skip to Main Content
SAL  | DICAS PARA REDUZIR O CONSUMO

SAL | DICAS PARA REDUZIR O CONSUMO

É difícil resistir-lhe, apesar de sabermos o mal que faz. Claro que a sopa, a carne ou o peixe com sal sabem melhor, mas evite colocar doses elevadas no prato ou na panela. Fique com algumas dicas para reduzir o consumo de sal.

 

Já se deparou com aquele pacote de batatas fritas, estrategicamente, colocado na prateleira do supermercado? Parece que está a chamar por nós, não é?! Resista. Elas são boas, é verdade, mas são uma fonte de sal.

Uma dieta rica em sal pode causar aumento da pressão arterial, aumento do risco de doença cardíaca e de derrame. A hipertensão arterial geralmente não apresenta sintomas, e muitas pessoas que têm pressão alta não sabem disso. Provavelmente conhece algum caso e, certamente, pelas piores razões.

A matéria está na ordem do dia. A Direção-Geral de Saúde assinou, com várias associações agroalimentares e da distribuição, um acordo para reduzir a quantidade de sal (também gorduras trans e açúcar) em mais de dois mil produtos. Uma meta para ser atingida até 2022/ 2023. Assim, as batatas fritas, as pizzas, as refeições prontas e o pão de fabrico próprio vão ver, gradualmente, o sal reduzido na sua composição.

COLHER DE CHÁ

De acordo com os especialistas, os adultos não devem ingerir mais de 6 gramas de sal por dia, ou seja, aproximadamente uma colher de chá.

Dica: Uma forma de reduzir o sal no que consume é começar por reduzir a porção que coloca na sopa.

PROIBIDO A BEBÉS

Dar sal a bebés está fora de questão. Os bebés não devem ingerir sal, porque os seus rins não estão totalmente desenvolvidos para o processar. Pelo menos até completarem os 12 meses.
Os bebés que mamam obtêm a quantidade certa de minerais, incluindo sódio e cloreto, através do leite materno.

Dica: Evite dar ao seu filho alimentos processados, pois, geralmente, são muito ricos em sal.

ATENÇÃO AOS RÓTULOS

A quantidade máxima de sal que as crianças devem ter nos seus pratos, depende da sua idade. De acordo com os nutricionistas, uma criança até aos 3 anos não deve consumir mais de 2 gramas por dia. Já uma criança de 7 anos não deve ultrapassar as 5 gramas por dia.

Dica: Leia sempre os rótulos dos alimentos e não confunda sal com sódio. Por exemplo: 2 g de sal são cerca de 0,8 g de sódio e 6 g de sal são 2,4 g de sódio.

Procure ingerir alimentos com elevado teor de sal, apenas ocasionalmente, ou em pequenas quantidades, e procure, sobretudo, ter uma alimentação saudável e diversificada, rica em legumes e vegetais. Faça muito exercício físico, combata o sedentarismo.

 

Os laboratórios Suta Spirulina Technology há mais de uma década que se dedicam à investigação dos benefícios da spirulina , um superalimento, na dermocosmética. Recentemente, a marca lançou dois suplementos.

 

(Créditos:Imagem DR)  

Back To Top