skip to Main Content
SUSTENTABILIDADE  | SPIRULINA: DA ORIGEM À LOJA ONLINE

SUSTENTABILIDADE | SPIRULINA: DA ORIGEM À LOJA ONLINE

Já aqui falámos dos benefícios da spirulina, a microalga que deu origem à marca SUTA SPIRULINA TECHNOLOGY, agora contamos alguns segredos da sua produção. Venha connosco nesta viagem.

 

Após anos de investigação laboratorial, Mirela Suta criou a marca Suta Spirulina Technology, uma gama completa de produtos dermocosméticos com base nos benefícios da cianobactéria, criando assim o conceito de saúde integrada na beleza.

Estes e outros estudos têm vindo a comprovar que a biomassa da spirulina é uma excelente fonte de proteínas, aminoácidos, vitaminas, lipídos, minerais dietéticos, proteínas, carbohidratos, além de vitaminas B-1, B-2, B-3, B-6, B-9, B-12, pró-vitamina A, vitaminas C e E, ácidos graxos, hidrocarbonetos saturados, minerais, cálcio, fósforo, magnésio, potássio, ferro, sódio, ficocianina, enfim, é infindável a sua lista de ingredientes.

Por tudo isto, a Spirulina é um excelente suplemento dietético com um vasto e exclusivo conteúdo de preciosos componentes dietéticos, sem qualquer toxicidade. Oferece múltiplas vantagens para a saúde, como por exemplo, no reforço do sistema imunológico, na proteção e redução de várias doenças, além de ser um poderoso antioxidante.

PRODUZIDA EM ESTUFAS

Para os laboratórios SUTA, a produção da spirulina assume especial relevância, porque é graças a um protocolo exigente de todo o processo que ela chega às mãos dos especialistas, pronta a integrar a composição base de todos os seus produtos.

Este é o início de uma viagem que começa nas estufas, segue para o laboratório de onde sai em produtos que se encontram na loja online e nas clínicas da marca.

O cultivo da spirulina obedece a procedimentos simples, mas que requerem um apurado trabalho de monitorização.

Sem contar todos os segredos que fazem desta uma marca única, a verdade é que, de uma maneira geral, para o cultivo da microalga é utilizada a luz solar, águas alcalinas, sais minerais e instalações de construção simples, como estufas.

NÃO POLUI O AMBIENTE

O processo tecnológico não inclui o uso de pesticidas, nem a utilização de conservantes ou aditivos.

Não polui o ambiente e as águas que circulam nos tanques durante a operação são, devidamente, recicladas.

O cultivo é acompanhado diariamente, de modo a garantir que a temperatura certa se mantém. E não é só durante o dia. Também durante a noite é necessário verificar. Sobretudo a temperatura.

As instalações onde se cultiva a spirulina têm mesmo de ser cobertas, pois só assim se garante a proteção da cultura de algas contra as condições climáticas adversas, como poeiras, vento ou chuva.

A secagem rápida da microalga evita a destruição do composto, garantindo assim a pureza ecológica da biomassa da spirulina. Para que assim seja, neste processo, a temperatura não pode exceder os 40 graus. Deste modo, o superalimento não perde as propriedades que tão bem o definem: super alga.

ESTUDO DAS CODORNIZES

Um estudo publicado no Journal of  Food Biochemistry demonstrou que as microalgas introduzidas em dietas de codornizes tiveram efeitos positivos na qualidade dos ovos. Reduziu os níveis de ácidos graxos saturados, que são indesejáveis, e aumentou os níveis de ácidos graxos monoinsaturados que são benéficos para a saúde do consumidor.

O objetivo do estudo foi investigar se as microalgas introduzidas na dieta de codornizes alteravam o perfil dos ácidos graxos nos ovos e a qualidade dos mesmos. Os testes foram realizados com cem codornizes e os tratamentos consistiram na introdução de quatro percentagens de microalgas Spirulina platensis (0%, 5%, 10% e 15%) nas dietas.

De acordo com os investigadores, avaliou-se o desempenho produtivo e as características físico-químicas dos ovos, o estado oxidante / antioxidante nas gemas e o perfil de ácidos graxos na dieta e nas gemas. As microalgas na dieta não influenciaram a produção de ovos, no entanto, aumentaram o índice da gema e a intensidade de cor da gema. Os níveis de ácidos graxos saturados e polinsaturados diminuíram nas gemas e os níveis de ácidos graxos monoinsaturados aumentaram.

Ficou, então provado, que as microalgas em dietas das codornizes melhoram a qualidade dos ovos e proporcionam benefícios para a saúde do consumidor, agindo como um antioxidante e um estimulante imunológico.

 

(Créditos:Imagem SUTA )

Back To Top