Blog

SUPER ALGA | A FONTE DE ENERGIA DA FUTURA RAINHA

Kate Middleton, a futura rainha de Inglaterra, consegue manter o ritmo de vida agitado, repartido entre protocolo real e o papel de mãe, graças ao smoothie matinal de Spirulina. Este é o ‘segredo’ de tanta energia da duquesa de Cambridge.

Ser membro da realeza com o grau de exigência que se impõe à mulher do futuro rei britânico, e  ainda ter três filhos a cargo não é fácil, mas a mulher do príncipe William deu a volta ao problema com a elegância que lhe é intrínseca. Para que a energia não lhe falte, Kate Middleton encontrou resposta na Spirulina, a microalga considerada superalimento pelas Nações Unidas.

De acordo com a revista Marie Claire, a duquesa de Cambridge aguenta as maratonas diárias de eventos protocolares, porque todas as manhãs, ao pequeno-almoço, bebe um smoothie de legumes, frutos e spirulina.
A publicação revela ainda que a futura monarca, junta ao seu sumo matinal, uma porção da microalga com couve, espinafre, alface, coentro e sumo de mirtilo.

EM BOA FORMA

Este é, também, o segredo da boa forma de Kate Middleton, uma vez que a spirulina atua como um redutor de apetite, permitindo que a duquesa fique algumas horas sem comer e com a energia suficiente para os compromissos reais.
Além de incluir o superalimento na sua dieta, a duquesa de Cambridge, e mulher do filho mais velho da falecida princesa Diana, também pratica algum exercício físico.

Um segredo real desvendado que certamente inspirou muitas celebridades. Não acredita? Certo é que após a referida publicação ter dado a notícia, muitas foram as figuras públicas que revelaram também incluir Spirulina nos seus smoothies matinais para ganhar energia.

Hillary Duff, Olivia Wilde e Drew Barrymore são algumas das atrizes que mantêm a elegância e a energia no ponto, graças à suplementação com spirulina. Nestes casos, Kimberly Snyder, nutricionista do trio de atrizes é a responsável. A especialista disse à revista Glamour que recomenda a microalga às suas clientes para “desintoxicar o organismo”.

BENEFÍCIOS

“Não levam só vitaminas e nutrientes para o corpo, mas também a proteína da Spirulina que assegura um efeito saciante. Além disso, ainda contribui para melhorar o aspeto da pele”, explicou a nutricionista.

O Drenador, suplemento alimentar Suta Spirulina Technology, comprova que de facto é possível perder peso com a microalga. Este produto contém outros ingredientes que promovem a saciedade. O mecanismo conferido pelo açafrão, que integra esta fórmula, tem um efeito supressor do apetite, ligando-se a neurotransmissores específicos do cérebro e diminui a vontade de comer.

Kimberly Snyder aconselha as pessoas que tenham realmente interesse em incluir Spirulina na sua dieta, a consultar o seu médico ou um especialista, de modo a evitar  eventuais efeitos secundários. Embora raros, não podem ser descartados. Sobretudo indivíduos com algumas doenças autoimunes. Alguns estudos corroboram da observação da nutricionista, enumerado, no entanto, os inúmeros benefícios da microalga em doenças como o Alzheimer, por exemplo.

SPIRULINA NA MESA DAS CELEBRIDADES

A atriz Gwyneth Paltrow é outra celebridade adepta da spirulina e há largos anos. De acordo com a Imprensa, a ex-mulher do vocalista dos Coldplay resgatou os benefícios do superalimento para a sua saúde, muito antes da duquesa britânica. Há anos que a atriz começa as manhãs com um sumo de legumes e frutas com spirulina.

Muitas outras figuras de Hollywood adotaram a spirulina. Um dos rostos mais conhecidos por cá  é o famoso D. Oz, que por mais de uma vez falou do poder deste superalimento no seu programa televisivo. Também ele não dispensa incluir a microalga na sua dieta habitual, por ser repleta de aminoácidos naturais, acidos graxos, vitaminas e minerais.

COMBATER A DESNUTRIÇÃO

A lista de famosos que se deixaram seduzir pelos benefícios da microalga não termina aqui.

Em 2007, a criadora de moda venezuelana Carolina Herrera tornou-se Embaixadora da Boa Vontade da campanha Utilização da Microalga Spirulina para Corrigir a Desnutrição, recomendada pela ONU. A designer ficou chocada quando soube, na ocasião, que 14 milhões de crianças morriam por ano devido a má nutrição. Este projeto é um dos instrumentos das Nações Unidas para alcançar os Objetivos do Milénio para reduzir a pobreza e a fome aguda.

 

(Créditos:Imagem DR)